REAPROVEITAMENTO DE MATERIAL PARA EMPREGO EM DESIGN DE INTERIORES RESIDENCIAIS

Letícia Medeiros de Araújo

Resumo


Introdução: O presente artigo apresenta um estudo sobre material regional e de descarte que pode ser inserido em projetos de interiores residenciais, na cidade de Rio Branco, estado do Acre. Para realização deste trabalho foi pensado que é possível elaborar projetos de interiores residenciais de forma econômica e sustentável, dando utilidade a material que não seria mais utilizado. Objetivo: Mostrar possibilidades de desenvolvimento de projetos de interiores residenciais com custo mais acessível e com a reutilização de material promovendo uma questão ambiental na construção civil. Sendo assim, o problema em questão é: de qual maneira é possível executar projetos de interiores residenciais com baixo custo? A hipótese a ser estudada neste artigo é que uma das principais maneiras de tornar o projeto de interiores econômico é o reaproveitamento de material e utilização de matéria-prima da região, sem comprometer a beleza e funcionalidade de cada espaço. Método: O método de desenvolvimento desse trabalho foi a partir de análise dos resultados e dados de projetos que envolvem material citado como forma sustentável e econômica de decoração em interiores residenciais e a aplicação na região Amazônica, região esta, objeto de estudo desse artigo. Conclusão: A utilização de reciclagem é algo que pode ser considerado de muito valor ecológico e, ao mesmo tempo, de baixo custo de execução.

 

Palavras-chave: Interiores residenciais. Arquitetura. Reciclagem. Material reciclado.

Texto completo:

PDF

Referências


PICCOLI, Mariana. Ecodesign: O que é e o que eu tenho a ver com isso? Disponível em: Acesso em 11 out. 2016.

MANZINI, Ezio; VEZZOLI, Carlo. O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis: os requisitos ambientais dos produtos industriais. Tradução de Astrid de Carvalho. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.

CIANCIARDINI, Glaucus. Psicologia para decoração. Disponível em: Acesso em: 11 out. 2016.

RIBEIRO, Jayne Cunha Barreira; PANONT, Vanessa. Ecodesign: Aplicação do palete em projeto de design de interiores. 2014. Disponível em: . Acesso em: 24 jun. 2018.

INMETRO; INSTITUTO DE METODOLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA. Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida. Disponível em: Acesso em: 11 out. 2016.

CHEHEBE, José Ribamar. Análise do ciclo de vida de produtos: ferramenta gerencial da ISO 14000. Rio de Janeiro: Quality mark, 1997.

Site Logipallet. O que é um Pallet e para que serve?. Disponível em: < http://logipalletbh.com.br/o-que-e-um-pallet-e-para-que-serve/> Acesso em: 11 out. 2016.

ABRAPAL, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS FABRICANTES DE PALETE. O PBR. Disponível em: Acesso em 12 out. 2016.

ABIPET, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DO PET. Resina PET - O que é PET? Disponível em: Acesso em: 13 out. 2016.

BOSSARDI, Kelly; BARREIROS, Ricardo Marques. Produtos naturais como preservantes para madeiras de rápido crescimento – uma revisão. 2011. Disponível em: < https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/cienciadamadeira/article/viewFile/4030/3171> Acesso em: 24 jun. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Associado à ABEC