A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA E SUAS CONSEQUÊNCIAS BIOPSICOSSOCIAIS

Elizabete da Silva Duarte, Taina Queiroz Pamplona, Alesandro Lima Rodrigues

Resumo


Introdução: A atividade sexual precoce pode gerar grandes consequências, uma delas é a gravidez indesejada. Na adolescência, essa situação é ainda mais agravante, uma vez que os adolescentes são obrigados a passar rapidamente para a vida adulta, mesmo que não estejam física e psicologicamente preparados. Objetivo: Relatar as consequências biopsicossociais decorrentes da gravidez na adolescência e os fatores que contribuem para sua ocorrência. Método: Trata-se de uma revisão da literatura básica produzida a partir de um levantamento de publicações, onde foram utilizadas fontes como monografias, dados de sites governamentais e artigos científicos. A seleção dos artigos obedeceu aos seguintes critérios: Idioma em português, texto completo com abordagem da gravidez na adolescência e consequências da gravidez, e que foram publicados nos últimos 17 anos, o que correspondem ao período de 2000 e 2017. Resultados: Entre os principais achados, destaca-se que a gravidez precoce interfere no contexto pessoal-social, acarretando alterações biológicas, psicológicas, econômicas e familiares, apresentando um alto risco de intercorrências na gestação e no parto, hipertensão arterial materna, placenta prévia, aborto, prematuridade, baixo peso ao nascer, conflitos familiares, abandono dos estudos e a dependência financeira dos pais. Considerações finais: Portanto, a gravidez na adolescência mostra-se multifatorial, ou seja, não existe um único fator, mas um conjunto que concorre para sua ocorrência. E quando confirmada, o adolescente terá vários desafios à sua frente.

 Palavras-chave: Adolescência. Gravidez precoce. Consequências biológicas. Consequências psicossociais


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE. Saúde e Sexualidade de adolescentes. Disponível em: < https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5482:opas-oms-e-ministerio-da-saude-lancam-publicacao-sobre-saude-e-sexualidade-de-adolescentes&Itemid=820>. Acesso em: 13 nov. 2017.

ROCHA, M.V.J. Um olhar sobre a gravidez na adolescência: revisão de literatura. 2010. 34 f. Monografia (Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família) - Faculdade de Medicina. Núcleo de Educação em Saúde Coletiva, Universidade Federal de Minas Gerais, Araçuaí, 2010. Disponível em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/registro/Um_olhar_sobre_a_gravide z_na_adolescencia__revisao_de_literatura/458. Acesso em: 11 nov. 2017.

BOUZAS, I.; MIRANDA, A.T. Gravidez na adolescência. Adolescência e Saúde, Rio de Janeiro, V. 1, n. 1, p. 27-30, 2004. Disponível em: < http://www.adolescenciaesaude.com/detalhe_artigo.asp?id=226 >. Acesso em: 11 nov. 2017.

HERCOWITZ, A. Gravidez na adolescência. Pediatria Moderna. São Paulo, v. 38, n. 3, p. 392-395, 2002. Disponível em: < http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?id_materia=2064&fase=imprime>. Acesso em: 16 nov. 2017.

BRASIL, Portal da Saúde. Gravidez na adolescência tem queda de 17% no Brasil. Disponível em:< http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/principal/agencia-saude/28317- gravidez-na-adolescencia-tem-queda-de-17-no-brasil >. Acesso em: 09 mai. 2017.

PONTE JÚNIOR, G. M.; XIMENES NETO, F. R. G. Gravidez na adolescência no município de Santana do Acaraú-Ceará- Brasil: uma análise das causas e riscos. Revista Eletrônica de Enfermagem, Goiânia, v. 6, n. 1, p. 25-37, 2006. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/802/912 >. Acesso em: 13 nov. 2017.

HOGA, L. A. K.; BORGES, A. L. V.; REBERTE, L. M. Razões e reflexos da gravidez na adolescência: narrativas dos membros da família. Escola de Enfermagem Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 151-157, 2010. Disponível em < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-

&lng=pt&nrm=iso >. Acesso em: 15 nov. 2017.

ELIAS, B. R. Prevenção à gravidez na adolescência com ênfase nos beneficiários do programa Bolsa Família (PBF). 2011. 23 f. Projeto Técnico/monografia (Especialização em Gestão de Saúde Pública) - Universidade Federal do Paraná, Rio Branco do Sul, 2011.

NETO, X. et al. Gravidez na adolescência: motivos e percepções de adolescentes. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 60, n. 3, p. 279-285, 2007. Disponível em:. Acesso em: 13 nov. 2017.

YAZLLE, M. E. H. D. Gravidez na adolescência. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetricia, Rio de Janeiro, v. 28, n. 8, p. 443-445,2006. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-

&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 15 nov. 2017.

SILVA, E. L. C.et al. Gravidez e dinâmica familiar na perspectiva de adolescentes. Academia Paulista de Psicologia, São Paulo, v. 34, n. 86, p. 118-138, 2014. Disponível em

X2014000100009 >. Acesso em: 15 nov. 2017.

RIBEIRO, L. C. A. Gravidez na adolescência e seus aspectos biológicos e psicossociais: uma revisão bibliográfica. 2011. 32 f. Monografia (Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família) - Faculdade de Medicina, Núcleo de Educação em Saúde Coletiva, Universidade Federal de Minas Gerais, Formiga, 2011.

BEZERRA, A. F. Et al. Impactos da gravidez na adolescência: Revisão de Literatura. Conselho Federal de Enfermagem. Disponível em: http://apps.cofen.gov.br/cbcenf/sistemainscricoes/arquivosTrabalhos/I39227.E10.T8231.D6AP.pdf. Acesso em: 13 nov. 2017.

MOREIRA, T. M. M. et al. Conflitos vivenciados pelas adolescentes com a descoberta da gravidez. Revista escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 42, n. 2, p. 312-320, 2008. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-

&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 15 nov. 2017.

TABORDA, J. A. et al. Consequências da gravidez na adolescência para as meninas considerando-se as diferenças socioeconômicas entre elas. Caderno de Saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 1, p. 16-24, 2014. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-

X2014000100016&lng=en&nrm=iso >. Acesso em: 13 nov. 2017.

CARDOSO, C. C. Gravidez na adolescência um estudo de revisão de literatura. 2011. 30 f. Monografia (Especialização em atenção básica em saúde da família) – Universidade Federal de Minas Gerais, Araçuai, 2011.

SILVA, J. L. P.; SURITA, F. G. C. Gravidez na adolescência: situação atual. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Rio de Janeiro, v. 34, n. 8, p. 347-350, 2012. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-

&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 16 nov. 2017.

ARAUJO SILVA, A. C. et al. Fatores de risco que contribuem para a ocorrência da gravidez na adolescência: revisão integrativa da literatura. Revista cuidarte, Senhor do Bonfim, v. 4, n. 1, p. 531-539, 2013. Disponível em: < https://www.revistacuidarte.org/index.php/cuidarte/article/view/14 >. Acesso em: 16 nov. 2017.

CAPUTO, V. G.; BORDIN, I. A. Gravidez na adolescência e uso frequente de álcool e drogas no contexto familiar. Revista de Saúde Pública, v. 42, n. 3, p. 402-410, 2008. Disponível em:

. Acesso em: 16 nov. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Associado à ABEC