Análise da Marcha e Equilíbrio através da Avaliação de Tinetti em pacientes acometidos por Acidente Vascular Encefálico

Natali Silva, Cleiciane Souza, Fabiana Martins, Eder Arruda

Resumo


Introdução: O Acidente Vascular Encefálico (AVE) é uma disfunção neurológica que produz sequelas físico-funcionais, principalmente na marcha e no equilíbrio, alterando a capacidade do indivíduo de realizar suas atividades da vida diária. Objetivo: Analisar através da Avaliação de Tinetti se os pacientes acometidos pelo AVE apresentam melhora do equilíbrio e da marcha após um período de 4 meses de tratamento de fisioterapia neurofuncional. Método: Tratou-se de um estudo quase-experimental, no qual foram selecionados 17 pacientes diagnosticados com AVE há mais de 5 meses, de ambos os sexos, atendidos na Clínica Escola de Fisioterapia da UNINORTE – Acre, e aplicada a Escala de Avaliação de Equilíbrio e Marcha de Tinetti no início do período de tratamento de fisioterapia neurofuncional e após 4 meses no término dos atendimentos. As análises pré e pós foram realizadas pelo mesmo avaliador e nas mesmas condições de terreno. Resultados: Na avaliação do equilíbrio, 45,5% dos pacientes evoluíram ao tratamento, 36,4% estabilizaram e 18,1% regrediram o quadro após a fisioterapia neurofuncional. Em relação a marcha, a evolução e a estabilização do quadro funcional obtiveram valores iguais, com 45,5%, e apenas 9% dos pacientes regrediram, após a fisioterapia neurofuncional. Conclusão: A maioria dos pacientes apresentaram melhora funcional do equilíbrio e da marcha, demonstrando que a fisioterapia neurofuncional tem efeitos positivos na reabilitação de pacientes pós AVE. Além disso, observamos a eficácia da Avaliação de Equilíbrio e Marcha de Tinetti não somente para idosos, mas também para outras clínicas, como o AVE.

Palavras-chave: Equilíbrio Postural; Marcha; Hemiparesia.



Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Associado à ABEC